Repositório de ativos de software reutilizáveis que auxilia
no processo de governança e tomada de decisão.

O que o Sensedia Repository faz


Capaz de centralizar informações sobre web services, APIs, modelos canônicos e schemas, componentes e outros ativos, bem como a teia de dependências entre esses elementos. Uma ferramenta essencial para aumentar a produtividade e diminuir o custo de desenvolvimentos e integrações.


  1. 1

    Configure os tipos de ativos a serem governados
  2. 2

    Selecione os processos de governança a serem aplicados
  3. 3

    Integre a governança ao ambiente operacional de integração (ESB)
  4. 4

    Importe os ativos já existentes
  5. 5

    Comunique e capacite os envolvidos no processo
  6. 6

    Faça o suporte e acompanhamento dos projetos
  7. 7

    Extraia as métricas de governança

BENEFÍCIOS DO SENSEDIA REPOSITORY


Identifica e cataloga serviços, componentes e outros ativos criados ao longo do processo de desenvolvimento;
Mapeia o relacionamento entre serviços e sistemas, auxiliando o processo de análise de impacto frente a mudanças;
Permite governar, controlar e organizar todos os ativos mesmo em ambientes heterogêneos de TI
Viabiliza o processo de análise de Retorno do Investimento (ROI)
Auxilia o exercício das melhores práticas de programas SOA, otimizando os processos de reuso, padronização e consolidação de ativos;
O Sensedia Repository está disponível no modelo on-Premise (implementado na infraestrutura dos clientes) ou disponível na nuvem, no modelo SaaS (Software as a Service).



Integrações

O Sensedia Repository integra-se aos principais sistemas ESB (Enterprise Service Bus) do mercado, tais como Oracle, IBM e Intersystems. Integra-se também com o repositório de artefatos Nexus (Maven).


Quer saber mais sobre como Sensedia Repository se encaixa em sua Arquitetura?